As postagens mais vistas:

Preço muito baixo? Não adianta tentar

01 de junho de 2014 | N° 17815

DIREITOS DO CONSUMIDOR

O folheto promocional mal começa a ser distribuído e, em poucos minutos, a concessionária está lotada de

clientes. Na oferta, um carro 0km que custa em torno de R$ 40 mil está sendo vendido por menos de R$ 3 mil.

Os consumidores exigem comprar pelo preço anunciado. Em casos como esse, quando se trata de um erro

evidente, a loja não é obrigada a vender pelo preço anunciado.


Conforme Fernando Smith Fabris, professor de direito empresarial da PUCRS, o bom senso deve prevalecer em situações que se tratam, obviamente, de um erro.

FIQUE ATENTO

De maneira geral, a loja é obrigada a vender o produto pelo preço anunciado, mas a Justiça tem dado ganho de causa para as empresas nos casos em que se constata a má-fé do consumidor. Antes de entrar com um processo, veja se não se trata de um erro evidente. Você pode se estressar à toa.

PRESTE ATENÇÃO

Está previsto no Código de Defesa do Consumidor que o fornecedor deve cumprir com tudo aquilo que promete na oferta, e isso inclui, além do preço, características do produto e condições de pagamento. A propaganda enganosa ocorre, por exemplo, quando o produto que foi anunciado é diferente daquele que foi entregue. Nesse caso, o cliente pode reclamar, afirma a diretora-executiva do Procon de Porto Alegre, Flávia do Canto Pereira.
Fonte: ZH/Dinheiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário: